Estudo feito por ONG norte-americana mostra que liberdade de imprensa tem pior nível em mais de 10 anos

Segundo relatório divulgado nesta quarta-feira (29) pela ONG norte-americana Freedom House, o índice de liberdade de imprensa no mundo atingiu seu pior resultado nos últimos dez anos. De acordo com matéria publicada no jornal Estado de S. Paulo, a deterioração ocorreu devido ao aumento da repressão governamental, violência de grupos terroristas e intensificação da propaganda e da censura por regimes autoritários.

O estudo dividiu os países em três grupos. Apenas 14% da população mundial vive em locais onde há cobertura “robusta” de assuntos políticos, interferência mínima do Estado, garantia de segurança aos jornalistas e a imprensa não está sujeita a pressões econômicas ou legais. No segundo grupo, formado por 42% da população – e que inclui o Brasil –, a imprensa é considerada “parcialmente livre”. Nos demais 44%, não há liberdade de ação para os jornalistas.

Clique aqui para ter acesso ao relatório da Freedom House.

Veja também

Comitê Popular destaca risco de topar com alguém de covid em BH e critica defesa da PBH de prescrição de ivermectina

A quinta edição do Boletim de Monitoramento do Comitê Popular de Belo Horizonte de Combate ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *